11 de ago de 2006

croquis


Muitas vezes, o que mais aprecio numa arte, são os seus prévios. O primeiro rascunho, ou os primeiros, até chegar naquele que a gente chama de arte-final, que pra mim ainda é um rascunho porque, cá pra nós, eu nunca tô satisfeito. E é verdade: muitas vezes a arte-final até estraga o esboço! Depois de pronto, me dá vontade de mexer mais e mais, mas fica complicado, pois chega um momento que você tem que parar, antes que fique redundante, inclusive de escrever...

Nenhum comentário: